AIPIM
5W9A8027b.jpg

Notícias

 

7, 14/7/2018
Formação sobre direito da comunicação concluída com sucesso
A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) e a Universidade de São José (USJ) organizaram um curso de formação sobre Direito da Comunicação Social  nos dias 7 e 14 de Julho. Participaram nesta acção de formação 12 formandos, na quase totalidade sócios da AIPIM.  Os formadores, os juristas Jorge Menezes e Luís Pessanha, abordaram aspectos ligados aos direitos fundamentais, liberdade de imprensa, liberdade de expressão, acesso à informação ou direitos de propriedade intelectual, direito civil e penal, entre outros temas.  A AIPIM agradece aos formadores, participantes no curso, à USJ, à Fundacão Rui Cunha e ao instituto de Estudos Europeus de Macau – entidades que também se associaram ao evento – pelo seu empenho. Tudo isto fez com que o curso tenha sido bem sucedido. A AIPIM planeia dar seguimento a este curso através de workshops em português e inglês sobre os temas abordados.


3/5/2018
AIPIM apoia apelo da FIJ sobre Convenção Internacional para protecção dos jornalistas
A AIPIM - Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau junta a sua voz ao apelo da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) -  da qual faz parte como membro associado - para a criação de uma Convenção Internacional para a Segurança e Independência dos Jornalistas e outros Profissionais da Comunicação Social. Neste Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, 3 de Maio, chamamos a atenção para o recente aumento substancial da violência atingindo jornalistas em certos países - em vários casos com consequências fatais. Trata-se de um trágico sinal de alarme que nos lembra o essencial: não pode haver liberdade de imprensa quando os jornalistas vivem e trabalham num clima de medo e intimidação. Em baixo segue o comunicado de imprensa da FIJ
Macau, 3 de Maio de 2018
A Direcção da AIPIM
http://www.ifj.org/nc/news-single-view/backpid/50/article/ifj-urges-world-governments-to-back-a-proposal-for-a-ground-breaking-convention-on-journalists-pr/


6/3/2018
AIPIM apoia apelo da FIJ sobre Convenção Internacional para protecção dos jornalistas
A AIPIM - Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau junta a sua voz ao apelo da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) -  da qual faz parte como membro associado - para a criação de uma Convenção Internacional para a Segurança e Independência dos Jornalistas e outros Profissionais da Comunicação Social. Neste Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, 3 de Maio, chamamos a atenção para o recente aumento substancial da violência atingindo jornalistas em certos países - em vários casos com consequências fatais. Trata-se de um trágico sinal de alarme que nos lembra o essencial: não pode haver liberdade de imprensa quando os jornalistas vivem e trabalham num clima de medo e intimidação. Em baixo segue o comunicado de imprensa da FIJ
A Direcção da AIPIM
http://www.ifj.org/nc/news-single-view/backpid/50/article/ifj-urges-world-governments-to-back-a-proposal-for-a-ground-breaking-convention-on-journalists-pr/


6/3/2018
Oficina com editor noticioso de Ásia do Financial Times Victor Mallet
O Festival Rota Das Letras organiza, conjuntamente com a Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM), um workshop com o jornalista e autor Victor Mallet a ter lugar no dia 10 de Março, Sábado, às 11 da manhã, na Fundação Rui Cunha (Auditório, 1o andar).
Trata-se de uma oportunidade rara de aprender de aperto com o editor para a Ásia do Financial Times.  A sessão, subordinada ao tema Cobrindo as notícias na Ásia e à volta do mundo”, será conduzida em inglês. Os interessados devem inscrever-se antecipadamente enviando uma mensagem para um dos seguintes e-mails:
workshop@thescriptroad.org
imprensamacau@gmail.com


26/1/2018
“Associações temem perda de liberdades devido a lei de cibersegurança”
Jornal Tribuna de Macau
http://jtm.com.mo/local/associacoes-temem-perda-de-liberdades-devido-lei-de-ciberseguranca/


26/01/2018
“Cibersegurança: Proposta de lei atropela direitos fundamentais, defendem associações”
Hoje Macau

https://hojemacau.com.mo/2018/01/26/ciberseguranca-proposta-de-lei-atropela-direitos-fundamentais-defendem-associacoes/


26/1/2018
“AIPIM: Lei de cibersegurança pode violar sigilo professional”
Ponto Final

https://pontofinalmacau.wordpress.com/2018/01/26/aipim-lei-de-ciberseguranca-pode-violar-sigilo-profissional/


9/1/2018
Exmo. Sr. Professor Doutor Song Yonghua
Reitor da Universidade de Macau  

A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) vem, por este meio, felicitá-lo pela sua nomeação como Reitor da Universidade de Macau (UM), neste seu primeiro dia de funções. Desejamos que possa cumprir com sucesso esta missão que se reveste de crucial importância para o desenvolvimento da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM). Neste dia, gostaríamos também de encorajá-lo, como Reitor da UM, a promover a utilização da língua portuguesa na comunicação da UM com a sociedade e com os jornalistas de língua portuguesa de Macau, algo que não tem sido prática corrente no passado recente da UM. Seria importante, tendo em conta o estatuto do Português como uma das línguas oficiais da RAEM e considerando que a UM é uma universidade pública. Um maior e melhor uso da língua portuguesa por parte da UM seria também benéfico para uma comunicação mais directa e efectiva com os jornalistas e meios de comunicação social em português, que procuram servir as comunidades de língua portuguesa não só em Macau, mas também à escala global, num contexto em que Macau desempenha um papel importante na ligação entre a China e os Países de Língua Portuguesa.
Agradecidos pela atenção dispensada.
Cordialmente,
Macau, 9 de Janeiro de 2018
A Direcção da AIPIM


20/11/2017
AIPIM adere à Federação Internacional de Jornalistas

A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) foi informada pelo Secretariado da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) que foi aceite como membro associado da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ), durante a reunião da Comissão Executiva da FIJ que teve lugar nos dias 18 e 19 de Novembro em Tunes, na Tunísia. A AIPIM recebe esta notícia com enorme satisfação e sentido de responsabilidade. Trata-se de um objectivo de longa data dos nossos sócios que agora se concretiza. A entrada da AIPIM na FIJ reveste-se de um significado especial não apenas para os sócios da AIPIM mas também para toda a comunidade jornalística da Região Administrativa Especial de Macau. A AIPIM torna-se assim na primeira associação de jornalistas de Macau a aderir à maior e mais importante organização internacional de jornalistas. A adesão da AIPIM à FIJ permite fortalecer a nossa posição em torno de temas-chave como a defesa firme da liberdade de imprensa, acesso à informação, direito à informação, direitos dos jornalistas e dos valores da ética e deontologia dos jornalistas e do jornalismo.

Macau, 20 de Novembro de 2017
A Direcção da AIPIM


AIPIM-Training-Logo.jpg

13/11/2017
AIPIM organiza acções de formação sobre ética e deontologia do jornalismo

A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) anuncia o início da nova série “FORMAÇÃO AIPIM”, em que irá desenvolver acções de formação, workshops a ateliers para jornalistas no sentido de promover o aperfeiçoamento das competências técnicas e conhecimento sobre os temas que emergem como questões-chave no exercício da nossa profissão.
Na sequência da aprovação a 20 de Maio deste ano do nosso primeiro Código Deontológico, iremos dedicar a primeira iniciativa à ética e deontologia dos jornalistas. Tendo em conta as características dos nossos sócios e da nossa associação iremos organizar duas acções de formação, tendo como formadores jornalistas de longa carreira e académicos que se têm dedicado à investigação e formação em torno das novas e velhas questões relacionadas com a ética e deontologia dos jornalistas. De forma a sermos abrangentes, convidámos um formador oriundo do mundo do jornalismo anglo-saxónico e francês baseado em Hong Kong, Eric Wishart, e outro de Portugal com uma extensa carreira como jornalista e professor universitário, Joaquim Fidalgo.

1 - Formação sobre ética e deontologia em inglê
Formador: Eric Wishart
Data: 25 de Novembro de 2017
Hora: 10:00-13:00
Local: Fundação Rui Cunha, Auditório, 1o andar

Eric Wishart é membro executivo da equipa de gestão global de notícias da Agence France-Presse, baseado em Hong Kong. Iniciou a carreira como jornalista nso anos 1970 como repórter em jornais em língua inglesa na Escócia. Juntou-se à AFP em Paris em 1984. Desde então Eric Wishart chefiou o serviço da AFP em inglês no Chipre (1992/1996), foi editor para a Ásia Pacífico em Hong Kong (1996-1999), director de informação global em Paris (1999-2005) e director para a  Ásia-Pacífico (2005-2012). Eric Wishart é também o autor do mais recente código de ética da AFP e é professor convidado de Jornalismo na Hong Kong Baptist University. Em 2016/2017 foi presidente do Foreign Correspondents’ Club, Hong Kong.

2 - Formação Sobre Ética E Deontologia Em Português
Formador: Joaquim Fidalgo
Datas: 9 de Dezembro de 2017
Hora: 10:00-13:00/15:00-18:00
Local: Fundação Rui Cunha, Auditório, 1o andar

Joaquim Fidalgo é  Professor Assistente na Universidade do Minho, em Braga, onde lecciona Jornalismo. Terminou o seu Doutoramento em Janeiro de 2007 com uma dissertação sobre a identidade profissional dos jornalistas, a ética e a auto-regulação. Antes de iniciar o seu percurso na carreira universitária, foi jornalista profissional entre os anos 1980 e 1999 em alguns dos principais jornais portugueses como o “Jornal de Notícias”, o “Expresso” e o “Público”, tendo sido  Provedor do Leitor do jornal diário “Público” (1999-2001). Publicou diversos livros, capítulos de livro e artigos em revistas científicas, com um enfoque particular na ética dos jornalistas, os sistemas de “accountability” dos media,  mecanismos de regulação dos jornalistas e dos media e novos media.

As acções de formação são exclusivamente para jornalistas. Serão gratuitas para os sócios da AIPIM ao passo que aos não sócios será cobrada uma taxa de 100 patacas. Os interessados devem efactuar um registo para as acções de formação através do e-mail imprensamacau@gmail.com.
Esta primeira iniciativa da série FORMAÇÃO AIPIM conta com apoio do Gabinete de Comunicação Social (GCS), Fundação Rui Cunha e Programa Académico da União Europeia em Macau.

Macau, 13 de Novembro de 2017
A Direcção da AIPIM


29/9/2017
“Poderes judicial e executivo são maus exemplos”
O Clarim
http://www.oclarim.com.mo/local/liberdade-de-imprensa-e-acesso-as-fontes/


28/9/2017
“Inquérito reflecte “preocupações” no acesso às fontes de informação”
Jornal Tribuna de Macau
Http://jtm.com.mo/local/inquerito-reflecte-preocupacoes-no-acesso-as-fontes-de-informacao/


28/9/2017
“Acesso de jornalistas a fontes judiciais e governamentais é difícil, aponta relatório”
Hoje Macau

https://hojemacau.com.mo/2017/09/28/acesso-de-jornalistas-a-fontes-judiciais-e-governamentais-e-dificil-aponta-relatorio/


28/9/2017
“Macau tem liberdade de imprensa, mas há constrangimentos - Inquérito a jornalistas”
Diário de Notícias
https://www.dn.pt/lusa/interior/macau-tem-liberdade-de-imprensa-mas-ha-constrangimentos---inquerito-a-jornalistas-8802250.html


21/9/2017
"FIJ condena proibição de entrada de jornalistas"
Hoje Macau, 21/09/2017
https://hojemacau.com.mo/2017/09/21/fronteira-fij-condena-proibicao-de-entrada-de-jornalistas/


21/9/2017
"FIJ critica impedimento de entrada de jornalistas em Macau"
Ponto Final, 21/09/2017

https://pontofinalmacau.wordpress.com/2017/09/21/fij-critica-impedimento-de-entrada-de-jornalistas-em-macau/


29/8/2017
“Caso Plataforma: Associação de Imprensa repudia decisão da CAEAL”
Ponto Final, 29 de Agosto de 2017.


29/8/2017
“AIPIM repudia decisão da CAEAL sobre Plataforma”
Hoje Macau, 29 de Agosto de 2017


28/8/2017
“Jornalistas barrados: Secretário e AIPIM com visões distintas”
Hoje Macau, 28 de Agosto de 2017
https://hojemacau.com.mo/2017/08/28/jornalistas-barrados-secretario-e-aipim-com-visoes-distintas/


AIPIM celebra 12º aniversário com palestra com João Guedes sobre História da Imprensa em Macau
A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) celebrou o seu 12º aniversário no sábado, dia 8 de Julho, no Clube Militar de Macau, com uma edição especial da nossa série AIPIM à Conversa em que contámos com um convidado muito especial: o jornalista e investigador João Guedes, um dos nossos sócios fundadores que proferiu uma palestra em que partilhou connosco “Um Olhar sobre a História da Imprensa Portuguesa em Macau”. Foi um momento que se revestiu de um grande significado a que se juntaram mais de sete dezenas de pessoas de várias comunidades de Macau, que celebraram o contributo inestimável do nosso camarada João Guedes para o jornalismo e a sociedade de Macau, associando-se a este evento comemorativo do 12º aniversário da AIPIM. A festa continuou com um jantar em que mais de três dezenas de sócios assinalaram calorosamente a efeméride.
A Direcção da AIPIM agradece ao João Guedes por tudo: pela generosidade, sabedoria, pela excelência como jornalista e como homem. Obrigado também a todos os  a todos os que tiveram a oportunidade de participar nos eventos e aos que, não tendo podido marcar presença no sábado, têm contribuído para este projecto que assinala agora seu primeiro ciclo de 12 anos.


12/6/2017
Palestra com Joaquim Furtado
O prestigiado jornalista português Joaquim Furtado estará em Macau para uma participar num seminário a ter lugar no dia 13 de Junho, terça-feira, às 18:30 no Auditório Stanley Ho do Consulado Geral de Portugal em Macau e Hong Kong. Trata-se de uma iniciativa do Instituto Português do Oriente (IPOR) e do Consulado Geral de Portugal em Macau e Hong Kong, no âmbito da programação de "Junho-Mês de Portugal", à qual a Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) tem a honra e o prazer de se associar como entidade parceira. A sessão será moderada pelo Vice-Presidente da AIPIM, Gilberto Lopes


26/5/2017
“Lei de Imprensa foi Grande Conquista”
Jornal Tribuna de Macau


24/5/2017
Director do Jornal de Notícias fala na primeira pessoa sobre novos e velhos desafios
A terceira  palestra da série "AIPIM à Conversa" teve lugar na passada quarta-feira, dia 24 de Maio, no Clube Militar de Macau. Tivemos a honra de ter como convidado Afonso Camões, director do Jornal de Notícias e ex director do Gabinete de Comunicação Social em Macau. Foi um momento especial de encontro e reencontro.
A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) agradece desde logo ao nosso ilustre convidado, a todos os que se juntaram à iniciativa, ao Clube Militar de Macau, entidade parceira que acolheu o evento e ao Semanário Plataforma, que esteve na origem desta iniciativa e que prestou um inestimável apoio.
Aqueles que não puderam assistir à palestra de sexta-feira, podem visionar o vídeo da palestra através da nossa página de Facebook. A AIPIM transmitiu a sessão em directo. O vídeo pode ser encontrado aqui:
https://www.facebook.com/517771914949271/videos/1432462420146878/
As fotos tiradas pelo nosso sócio e membro da Direcção Gonçalo Lobo Pinheiro estão disponíveis aqui:
https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1432686716791115&id=517771914949271


22/5/2017
“Estatuto do Jornalista abre novos caminhos”
Jornal Tribuna de Macau



22/5/2017
“Aprovado Código e Estatuto”
Hoje Macau


20/5/2017
AIPIM aprova Código Deontológico e Estatuto do Jornalista
A Associação de Imprensa em português e Inglês de Macau (AIPIM) aprovou o Código Deontológico e Estatuto do Jornalista em Assembleia Geral Extraordinária realizada hoje, dia 20 de Maio de 2017.
A aprovação destes dois documentos, que enviados em anexo, reveste-se de um significado especial num caminho que temos vindo a trilhar de afirmação e valorização de preceitos éticos e deontológicos numa perspectiva de auto-regulação. A Direcção da AIPIM gostaria de agradecer a todos os que, ao longo dos últimos anos, contribuíram para a elaboração, discussão e aprovação destes documentos-chave, que servirão de bússola para futuros passos.


15/5/2017
“Gato por Lebre”
José Rocha Diniz,  Jornal Tribuna de Macau
 


14/5/2017
AIPIM à Conversa com Eric Wishart sobre notícias falsas
A segunda palestra da série "AIPIM à Conversa" teve lugar na passada sexta-feira, dia 12 de Maio, no Clube Militar de Macau. O nosso convidado, Eric Wishart, presidente do Clube de Correspondentes Estrangeiros, Hong Kong,(FCC, HK) partilhou connosco uma palestra de grande qualidade e inspiradora sobre "News Judgment, Fact-Checking and the Challenges of Fake News", seguida de uma animada e participada sessão de perguntas e respostas. 
A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) gostaria de agradecer, primeiramente, ao nosso convidado, a todos os que participaram na sessão, e, claro, ao Clube Militar de Macau, entidade que se associou ao evento e que prestou um inestimável apoio. 
Aqueles que não puderam assistir à palestra de sexta-feira, podem visionar o vídeo da palestra através da nossa página de Facebook. A AIPIM transmitiu a sessão em directo pela primeira vez na nossa página. O vídeo pode ser encontrado aqui:
https://www.facebook.com/517771914949271/videos/1421832084543245/
https://www.facebook.com/517771914949271/videos/1421849797874807/

As fotos do nosso sócio e membro da Direcção Gonçalo Lobo Pinheiro estão disponíveis aqui:
https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1422654134461040&id=517771914949271


05/5/2017
“Obstáculos no acesso às fontes têm impacto na liberdade de imprensa”
Entrevista com José Carlos Matias, Presidente da AIPIM, Semanário Plataforma
http://www.plataformamacau.com/macau/obstaculos-no-acesso-as-fontes-tem-impacto-na-liberdade-de-imprensa/


21/4/2017
“Eleições: Associação de Imprensa preocupada com clima de incerteza”
Ponto Final


21/4/2017
“AIPIM pede respeito pela liberdade de imprensa nas eleições”
Jornal Tribuna de Macau


20/3/2017
Projecção de "Pedra leva, água vai", de Sofia Leite
O Festival Literário de Macau – Rota das Letras, em parceria com a Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM), projecta amanhã, dia 21 de Março, pelas 21h30, no Clube Militar, o documentário "Pedra leva, água vai", de Sofia Leite
Sobre o filme:
Desde cedo os primeiros colonos constataram que o sul da ilha era mais fértil, mas a água estava do lado norte e no interior montanhoso, ambos de acesso difícil. 
Era preciso levar a água onde esta fazia falta. Os ilhéus conceberam então um engenhoso sistema de irrigação, que veio a mudar a paisagem da ilha, e tornou-se num património cultural. Construíram as primeiras levadas, que transportavam água das nascentes mais acima nos montes até às suas terras. A primeira legislação a regulamentar a utilização das levadas e os direitos de água data da segunda metade do século XV.
A acessibilidade e a extensão destes cursos de água tornaram-nos num monumento notável e único. Uma prova viva do engenho, da coragem e determinação de quem concebeu e dos muitos que ergueram estes aquedutos talhados na rocha. Hoje, estes caminhos de irrigação contam com uns impressionantes 2100 quilómetros. Uma obra começada há quase seis séculos.
No primeiro quartel do século XX, existiam 200 levadas que percorriam cerca de 1000km. Muitas pertenciam a particulares e a apropriação indisciplinada de água fazia com que este bem valioso fosse frequentemente distribuído de forma injusta. Em meados da década de 1930, apenas dois terços da terra arável da ilha eram cultivados - e desses, apenas metade eram irrigados. Só o Estado possuía os meios económicos necessários para implementar um programa de construção em larga escala e a autoridade para impor um sistema mais equitativo de distribuição.
Em 1939, o governo envia uma missão à ilha para estudar um plano hidroelétrico e de irrigação. Em 1943 é criada a Comissão Administrativa dos Aproveitamentos Hidráulicos da Madeira que lança um ambicioso plano de construção de levadas.
Os canais criados a partir deste plano são captadas a uma altitude que pode ultrapassar os 1000m, onde é maior a concentração de precipitação e de nascentes. A água é levada primeiro para centrais elétricas situadas imediatamente acima da terra arável e depois segue o seu caminho descendo para as zonas irrigadas. Aqui, a distribuição é feita pelo levadeiro, o responsável pela manutenção das levadas.
O empreendimento demorou 20 anos a completar. A ambiciosa obra lançada em 1947 termina vinte anos depois. A rede de levadas cresceu de 1000 para 1400 km. Frequentemente, os trabalhadores eram suspensos do alto em cestos de vime, enquanto atacavam a pedra resistente com as suas picaretas. Muitos perderam a vida para levar água e eletricidade à ilha. Como terão sido escavados os túneis em basalto sólido? Como escavaram os trabalhadores as levadas por baixo de cascatas geladas, a meio caminho entre a terra e o céu? Quem eram estes homens que imaginaram e conceberam estes caminhos de água? Quem eram os que os romperam?
Este documentário pretende responder a estas perguntas e contar a épica história da construção das levadas, dos homens que as inventaram e daqueles que as construíram.


17/3/2017
Sonny fala sobre futuro do princípio “Um País Dois Sistemas”
Realizou-se ontem, quinta-feira, dia 16 de Março, a primeira sessão da série "AIPIM à Conversa", na Fundação Rui Cunha, tendo como orador convidado Sonny Lo, presidente da Associação de Ciência Política de Hong Kong, levada a cabo pela Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (APIM), em conjunto com a Fundação Rui C unha. Gostaríamos de agradecer, desde logo ao Professor Sonny Lo, a todos os que se juntaram à sessão, e, claro, à Fundação Rui Cunha pelo precioso apoio Para as várias pessoas que não puderam estar presentes por diversos afazeres profissionais ou pessoais,  a versão integral da sessão em video está disponível na página de Facebook da Fundação Rui Cunha: https://www.facebook.com/pg/Fundação-Rui-Cunha-官樂怡基金會-394860337239409/videos/
Contamos que esta seja a primeira de várias iniciativas deste género com o intuito de darmos o nosso contributo para o reforço do debate na esfera púbica de temas que nos dizem respeito a todos como trabalhadores em órgãos de comunicação social e como cidadãos da RAEM.


11/3/2017
AIPIM entrega inquéritos sobre liberdade de imprensa a Comissão Independente
Realizou-se esta tarde, nas instalações da Fundação Rui Cunha, a cerimónia de abertura dos envelopes do inquérito sobre liberdade de imprensa que a Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) está a levar a cabo. Foi igualmente apresentada a Comissão Independente de Análise do Inquérito da AIPIM sobre Liberdade de Imprensa, constituída por Frederico Rato (Presidente), Rui Flores e José Manuel Simões. A Direcção da AIPIM agradece às mais de quatro dezenas de  jornalistas que participaram no inquérito e aos membros da Comissão que de forma generosa aceitaram o nosso convite que muito nos honra.
Na reunião, em que também estiveram presentes alguns dos participantes no inquérito, foram abertos os envelopes grandes (formato A3), tendo sido separados os dois envelopes mais pequenos (um com a identificação; outro com o conteúdo do inquérito), que se mantiveram fechados. Após a separação, os envelopes foram entregues à Comissão que se encontra fiel depositária dos mesmos. Os inquéritos apenas serão acedidos pelos membros da Comissão.
Mais se informa que a Comissão deverá  produzir, num prazo de quatro meses, o relatório final que será entregue à Direcção.
A Direcção da AIPIM


8/3/2017
AIPIM solicita reunião com Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa
Exmo Sr. Presidente da Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa,
A AIPIM - Associação em Língua Portuguesa e Inglesa de Macau – vem, por este meio,  solicitar à Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa uma reunião para esclarecer questões relacionadas com a Lei Eleitoral para a Assembleia Legislativa de 2017.
Agradecido pela atenção dispensada.
Cordialmente,
Macau, 8 de Março de 2017
A Direcção da AIPIM


25/2/2017
AIPIM na Assembleia Geral da União de Beneficência das Associações dos Trabalhadores da Comunicação Social de Macau
Realizou-se ontem, sexta-feira, dia 24 de Fevereiro a Assembleia-Geral anual e Assembleia eleitoral da União de Beneficência das Associações de Trabalhadores da Comunicação Social de Macau, (UBATCM) entidade a que pertencemos e que faz o acompanhamento do Seguro de Saúde para os trabalhadores da nossa área.
A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) manteve três vice-presidências (uma por cada órgão social) da União para o mandato de dois anos que se inicia agora . Em anexo enviamos o relatório de actividades de 2016, através do qual poderão ficar a par do trabalho que tem sido desenvolvido em conjunto com as restantes quatro associações de  trabalhadores da comunicação social congéneres.
Solicitamos que nos contactem em caso de dúvida ou pedido de esclarecimento sobre os trabalhos da União e acerca do seguro que é providenciado e que no ano passado abrangeu 1150 trabalhadores.
A AIPIM nomeou os seguintes representantes para os órgãos sociais da UBATCM:
Mesa da Assembleia Geral:
Luís Ortet
Conselho Fiscal:
João Francisco Pinto
Direcção:
Gilberto Lopes
José Carlos Matias
João Santos Filipe


17/2/2017
“Higher Stakes”: Macau Portuguese and English Press Association New President José Carlos Matias
O Clarim


14.2.2017
Atelier para jornalistas: “Reportagem em Cenários de Guerra”
O European Union Academic Programme in Macao (EUAP-M) e a Fundação Rui Cunha, com o apoio do Festival Literário “Rota das Letras” e da Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau, organizam, no dia 11 Março 2017, entre as 11h00 e as 14h00, na Fundação Rui Cunha, em Macau, um atelier para jornalistas sobre “Reportagem em Cenários de Guerra: Tendências Europeias”, pelo jornalista da RTP (Antena 1) José Manuel Rosendo. A participação no atelier é gratuita. As inscrições devem ser feitas por e-mail para euap@umac.mo até ao dia 3 de Março, indicando o nome d@ jornalista, organização, endereço de e-mail e contacto telefónico.
Jornalista da Antena 1 desde 1993, José Manuel Rosendo é licenciado e mestre em Relações Internacionais pela Universidade Lusíada de Lisboa. Acompanha a situação internacional, em particular o Médio Oriente, onde já esteve em várias crises e conflitos desde 2003: Afeganistão, Egipto, Iraque, Israel, Líbano, Líbia, Territórios Palestinianos, Paquistão, Turquia e Síria. Esteve também por duas ocasiões em reportagem na Ucrânia. Autor dos livros “De Istambul a Nassíria, crónicas da guerra no Iraque” e “Primavera Árabe: Ascensão e Queda da Irmandade Muçulmana no Egipto” (no prelo). Autor da exposição de fotografia “Marcas da Guerra” (2012).
O EUAP-M é uma parceria entre a Universidade de Macau e o Instituto de Estudos Europeus de Macau, estabelecida em 2012 e cofinanciada pela União Europeia (UE). Contribui para a investigação de matérias relacionadas com a UE e promove o conhecimento sobre a União junto da população, em geral, e dos estudantes do ensino superior, em particular.


9/2/2017
AIPIM elege novos órgão socias
Os novos corpos sociais da Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) foram eleitos esta tarde em Assembleia Geral Extraordinária (eleitoral) para um mandato de dois anos. A nova composição é a seguinte:
Direcção:
Presidente – José Carlos Matias
Vice-Presidente – Gilberto Lopes
Secretária – Andreia Silva
Tesoureira – Joana de Freitas
Vogal – João Santos Filipe
Vogal – Kelsey Wilhelm
Vogal – Gonçalo Lobo Pinheiro
Assembleia Geral:
Presidente – João Francisco Pinto
Vogal – José Miguel Encarnação
Vogal – Raquel Dias
Conselho Fiscal:
Presidente – Paulo Barbosa
Vogal – Rodrigo Matos
Vogal – Sónia Nunes


29/12/2016
“Jornalistas de Macau vão pedir em Lisboa  carteira professional portuguesa”
Lusa


15/3/2016
Moção sobre contratação de profissionais da comunicação social ao exterior
Considerando a inexistência em Macau de instituições de ensino superior que façam formação suficiente de jornalistas para os meios de comunicação em língua Portuguesa e Inglesa;
Considerando a escassez de quadros profissionais em Macau;
Considerando que os órgãos de comunicação social em língua Portuguesa e Inglesa têm de recorrer à contratação de profissionais do exterior para preencher as vagas existentes e para a expansão dos seus negócios editoriais;
Considerando as dificuldades que enfrentam os órgãos de comunicação social em língua Portuguesa e Inglesa em contratar profissionais em virtude dos obstáculos que lhes são colocados pelas autoridades;
A Associação de Imprensa em Língua Portuguesa e Inglesa de Macau apela às autoridades competentes da Região Administrativa Especial de Macau que considerem o tratamento célere dos processos que permitam aos órgãos de comunicação social em língua Portuguesa e Inglesa a contratação e/ou renovação das autorizações de profissionais directamente afectos à actividade editorial, para que estes possam trabalhar e residir na RAEM.
Entende a Associação de Imprensa em Língua Portuguesa e Inglesa de Macau que, sem a criação de tal mecanismo, se criam dificuldades à operação dos órgãos de comunicação social em língua Portuguesa e Inglesa, bem como à expansão dos seus projectos editoriais.
A presente moção foi debatida e aprovada em Assembleia-Geral ordinária da Associação de Imprensa em Língua Portuguesa e Inglesa de Macau realizada no dia três de Março de 2016.
A Direcção
Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau


13/7/2014
Nota de Condolências pelo Desaparecimento do Padre Albino País
A direcção da Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) tomou hoje conhecimento da morte do Padre Albino Pais em Portugal.
Em nome dos associados gostaríamos de expressar o nosso pesar pelo desaparecimento de um camarada e amigo.
Lembramos-nos do Padre Albino como director do Jornal O Clarim cargo que ocupou durante mais de duas décadas. O Padre Albino soube conjugar a sua missão evangélica, enquanto sacerdote da Igreja Católica, com as exigências do jornalismo.
Lembramos-nos do Padre Albino, da sua jovialidade, da sua camaradagem, da sua capacidade para conviver com os colegas em todos os momentos.
Neste momento de dor, a AIPIM manifesta solidariedade à família do Padre Albino Pais e aos camaradas do Clarim.
Macau, 13 de Julho de 2014
A Direcção da AIPIM


24/5/2013
AIPIM e Fundação Rui Cunha organizam formação sobre Intrudução ao Direito para jornalistas
A Associação de Imprensaem Português e Inglês de Macau (AIPIM) e o Centro de Reflexão, Estudo e Difusão do Direito de Macau (CREDDM) da Fundação Rui Cunha organizam a acção de formação "Introdução ao Direito para Jornalistas. A formacão decorre nos dias 25 de Maio e 1 de Junho nas instalações da Fundação Rui Cunha entre as 11h e as 13h. O curso conta com os distintos formadores Jerónimo Alberto Santos, Juiz de Direito no Tribunal Judicial de Base da RAEM, e Óscar Madureira, advogado e Legal Counsel da Melco Crown.


30/4/2013
AIPIM na Assembleia-Geral da FJLP
Uma delegação da AIPIM, constituída pelo vice-presidente Gilberto Lopes e pelo tesoureiro José Miguel Encarnação, esteve na cidade de Maputo (capital de Moçambique), entre os dias 22 e 30 de Abril de 2013, para participar na Assembleia Geral da Federação de Jornalistas de Língua Portuguesa (FJLP) e no Congresso Internacional dos Jornalistas de Língua Portuguesa


12/12/2011
Congresso de Jornalistas debateu Lei de Imprensa e desafios do jornalismo
A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) organizou nos dias 10 e 11 de Dezembro de 2011 o 1º Congresso dos Jornalistas de Macau.
Este é um evento de particular importância para a classe dos jornalistas e repórteres fotográficos de Macau.
O Congresso abordou vários temas de relevância a e actualidade entre os quais se destacaram as tendências globais e desafios do jornalismo, o impacto dos novos media e das redes sociais, História da Imprensa em Macau, a discussão em torno da proposta de revisão da Lei de Imprensa em Macau, direitos e deveres dos jornalistas e jornalismo de investigação.
Entre membros convidados e observadores estiveram presentes no congresso, que incluiu cinco painéis, dezenas dejornalistas e representantes de órgãos de comunicação social oriundos de Macau, Hong Kong, China continental, Portugal, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.
No final do Congresso, a AIPIM provou, por unanimidade, uma moção em que defende que a Lei da Imprensa de Macau não necessita de qualquer alteração nos objectivos que persegue, nem nos princípios que consagra”, acrescentando que que “a experiência e a consciência ética e profissional dos jornalistas recomendam apenas uma breve revisão da terminologia institucional, alterada com a transferência de soberania, e uma breve actualização do conteúdo de alguns artigos.” Por outro lado os jornalistas presentes  alertaram para “a urgente necessidade de constituir um Conselho de Imprensa representativo da classe, definir o Estatuto do Jornalista e regulamentar a atribuição da Carteira Profissional do Jornalista”, depois do “esquecimento a que a Administração Portuguesa votou a criação do Conselho de Imprensa e a definição do Estatuto dos Jornalistas”, permitindo que se passassem “20 anos de uma total indefinição das regras da actividade jornalística em Macau.”
Paralelamente ao Congresso dos Jornalistas de Macau, a AIPIM acolheu, no dia 9 de Dezembro a Assembleia-Geral da Federação de Jornalistas de Língua Portuguesa (FJPLP).


9/12/2011
Macau acolheu a Assembleia da Federação de Jornalistas de Língua Portuguesa
A AIPIM (Associação de Imprensa Portuguesa e Inglesa de Macau), a ACI (Associação Campineira de Imprensa), a APJORN (Associação Paulista de Jornalistas) e a APROCOM (Associação de Profissionais de Comunicação/Bauru) são os novos membros da Federação de Jornalistas de Língua Portuguesa (FJLP). A adesão formal ocorreu na Assembleia Geral da FJLP, realizada na Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China hohe, dia 9 de Dezembro.
Nesta que foi a segunda reunião magna da FJLP – entidade criada em Lisboa, em Dezembro de 2009, por organizações de jornalistas de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe – foi feito o balanço da actividade desenvolvida no último ano, aprovado o plano de actividade para 2012 e definidas estratégias para a consolidação e desenvolvimento da Federação.
A Assembleia decidiu lançar em 2012 o Prémio Internacional de Jornalismo de Língua Portuguesa da FJLP, desenvolver esforços no domínio da formação dos jornalistas – avançando designadamente com a realização de cursos para formadores –, e criar um sítio na Internet para a divulgação da Federação e promoção do intercâmbio de ideias e experiências das diferentes organizações que a integram.
Analisada a situação que enfrentam os jornalistas nos diferentes países membro, foram aprovadas moções de solidariedade com os jornalistas portugueses – alvo de um preocupante ataque do Governo e patronato a pretexto da crise económico-financeira do país – , bem como com os jornalistas de São Tomé e Príncipe e de Angola, igualmente a braços com a prepotência das autoridades dos respectivos países.
A Assembleia decidiu ainda que a próxima reunião magna da FJLP se relizará em Moçambique, de 4 a 8 de Dezembro de 2012, altura em que terá igualmente lugar o Congresso Internacional de Língua Portuguesa.
Durante a sua estada em Macau, os delegados à Assembleia da FJLP participaram igualmente, como convidados, no 1.º Congresso de Jornalistas de Macau promovido pela AIPIM.


3/6/2011
AIPIM e IPOR organizam formação sobre novo acordo ortográfico
A Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) e o Instituto Português do Oriente (IPOR) organizaram o “Curso De Formação Sobre o Novo Acordo Ortográfico”.
A acção de formação foi dividida emtrês sessões:
Dias: 20 de Maio, 27 de Maio e 03 de Junho.
Local: Auditório da Casa Garden.
Hora: 14 horas.
Formadora: Ana Paula Dias, Coordenadora do Centro de Língua Portuguesa do IPOR